sábado, 23 de julho de 2011

We will miss you, Amy

Aconteceu o previsível: Amy morreu hoje. Todo mundo sabia que logo ouviríamos essa notícia. Mas mesmo assim é triste quando acontece. O crack é a droga que mata em menos tempo. Associado ao álcool, pior ainda,. Amy usou ambos. Ela se foi aos 27 anos. Sim, cedo demais.
Fui ao seu show no início do ano em São Paulo. Dentro do possível, ela fez seu melhor. Uma diva degradada. Um símbolo em descontrução explícita. Amy vomitava atitude literalmente.
Eu ainda aguardava seu renascimento. mas Amy não nasceu para ser fênix. Amy nasceu para passar, um tsunami, uma dessas foças da natureza que se não direcionadas podem matar...
.
Agora, a cobertura da Globo News se dispõe a colocar a Maria Beltrão ligando para qualquer neguinho do mundo da música e falar da falecida. Sério, Globo?! Lista de comentaristas de velório: Leo Jaime, Sandra de Sá, um DJ whatever qualquer... Maria Beltrão dando aula de como encumpridar um assunto até a Globo tirar seu grilhão.
.
Bem, quem acompanha o MH sabe de minha paixão pela menina judia de voz black que parecia mais uma filha de Keith Richards. Continuarei com minha playlist cheia de suas músicas. Sua breve e crucial obra fica para sempre. Bye, Amy. Rest in peace, girl. Amy ainda me rendeu um trabalho que foi exposto numa mostra com outras artistas mulheres esse ano.

Clique na imagem para ver maior

.
Essa será a minha imagem gravada para sempre de Amy. 


3 comentários:

maggie disse...

Não gostei deste crítico Tom Leão, que menosprezou o talento de Amy, como se fôsse o dono da verdade, então sendo verdadeira, é um cara sem carisma que mal dava prá ouvir sua voz, fala prá dentro. Precisa melhor postura para tv.

maggie disse...

Não gostei deste crítico Tom Leão, dizer que fãs da Amy apreciavam mais o gênero do que a voz, primeiro ele não é dono da verdade, segundo precisa aprender falar na tv e ter uma cara menos melancólica, não tem tipo prá tv.

Karina disse...

Ju, assim que fiquei sabendo da morte da Amy, fiquei em estado de choque, apesar de já ser esperado que isso poderia acontecer a qualquer momento. Amo o trabalho dela, sempre estou ouvindo suas músicas e a primeira pessoa que pensei qdo fiquei sabendo do ocorrido foi em vc... pq lembro como fiquei entusiasmada qdo soube o qto vc gostava do trabalho dela e qdo foi ao show... ainda bem que contamos com músicas maravilhosas que ela deixou pra contar sua história e que com certeza será referência por anos e anos.